31.10.12

 

As formações Sub8, Sub12 e Sub14 do Dragon Force receberam este sábado, no pavilhão da Escola Secundária Rodrigues de Freitas, a equipa feminina do Maiastars. Foi uma jornada em que o convívio e animação imperaram através da realização de vários jogos entre as duas equipas e os diversos escalões. A constante participação em partidas em campo reduzido e, no final, em campo inteiro trouxe bastante dinâmica ao treino dos jovens dragões.

 

Esta jornada voltou a demonstrar as potencialidades do pavilhão. Os jogos em campo reduzido permitiram, mais uma vez, fomentar o desenvolvimento das acções técnicas e tácticas previstas. Além do mais, o pavilhão esteve muito bem composto, com uma assistência próxima das 100 pessoas, criando uma atmosfera especial.

 

Já perto do meio-dia, foi a vez da equipa Dragon Force B, do escalão Sub17, entrar em ação. Composta por atletas que dão os primeiros passos na modalidade e treinam desde outubro sob a orientação de Miguel Barbosa, a formação foi derrotada por 32-25 pelo Gondomar Cultural. No entanto, é de salientar que este foi apenas o segundo jogo da época e logo frente a uma equipa que milita no Campeonato nacional da 1.ª divisão de juvenis. A formação B do Dragon Force demonstrou estar no bom caminho, com a evolução a ser visível nos atletas que participaram na partida.

 

link do postPor dragonforce, às 12:33 

30.10.12

 

No sábado, pelas 16h30, a equipa Dragon Force Sub16 recebeu e venceu o Vila Boa do Bispo por 25-0, em jogo a contar para a sexta jornada do Campeonato distrital de juvenis da Associação de Patinagem do Porto. O resultado começou a ser construído logo no primeiro minuto do jogo, que foi tendo sempre a mesma toada, com os jovens Dragon Force a atacar e o Vila Boa do Bispo a defender. Ao intervalo, o marcador registava 7-0.

 

Na segunda metade, o jogo dos Dragões foi ainda mais intenso e rápido, conseguindo chegar-se aos 25-0, um resultado que apenas foi possível devido à seriedade e empenho dos Sub16. Todos os convocados foram utilizados.

 

"Cinco" inicial: Rui Gomez, Nuno Santos (6), João Ferreira (6), Diogo Casanova (cap., 4) e Eurico Sousa (3). Jogaram ainda Pedro Maia, Filipe Ribeiro (1), Nuno Torrão (2), Daniel Ferreira (3) e Fábio Trindade.

link do postPor dragonforce, às 11:23 

Foi uma jornada cem por cento vitoriosa para duas das formações Sub14 da Dragon Force. No sábado, a equipa A disputou a quarta jornada do Campeonato Distrital e venceu no campo do sempre complicado Guifões, por 76-67. A equipa de Matosinhos ainda não tinha perdido esta época. No domingo, a mesma formação Dragon Force A recebeu e venceu o CD Póvoa por 65-33.

 

Já os atletas da Dragon Force Sub14 B venceram em casa o António Aroso B por uns esclarecedores 83-30, numa partida a contar para a segunda jornada do Campeonato distrital.

 

O Dragon Force Sub18 triunfou pela quarta vez no Campeonato distrital, ao derrotar a equipa do Académico FC por 64-51.

link do postPor dragonforce, às 10:50 

24.10.12

A equipa Sub10 do FCP Dragon Force estreou-se no campeonato nacional da melhor forma possível, com uma super-goleada de 17-0 sobre o GDC Salv. Castelões.

Após várias semanas de treinos e jogos particulares, sábado foi o dia por que a equipa tanto ansiava. As expectativas para o campeonato são assumidamente elevadas e o objetivo passava por começar bem, o que foi totalmente conseguido, também graças à excelente entrada em jogo do sector atacante da equipa.

A formação Dragon Force entrou “a matar”, com um golo logo nos primeiros minutos, o que facilitou a tarefa para o que se seguiria: uma autêntica chuva de golos. Mesmo assim, as facilidades encontradas acabaram por retirar algum discernimento à equipa e foi necessário uma chamada de atenção da equipa técnica para tudo voltar ao normal e os jogadores recuperarem a qualidade de jogo que sabem ter.

Com a vitória garantida, a segunda parte funcionou como um desafio à capacidade finalizadora da equipa, desafio esse que acabou superado com distinção.

Marcadores: Miguel (1), Afonso (2), Rodrigo (3), André (4), Bessá (1), Martim (1), Diogo (2), Raul (1), Rodrigo Solteiro (2).

A reacção de Isabel Osório: “Perante este resultado expressivo o que posso referir é que sempre quisemos jogar de acordo com o que temos treinado e que procuramos sempre marcar mais golos, sem nunca desrespeitar o adversário. A segunda parte teve momentos fantásticos e é assim que queremos continuar. Para o próximo sábado espera-nos um jogo difícil, com o Felgueiras, e esperamos seguir em frente com mais uma vitória”.

link do postPor dragonforce, às 11:23 

A equipa Sub11 da escola Dragon Force teve este fim-de-semana um fulgurante início de campeonato, com uma vitória por 8-1 sobre o escalão Sub10 do FC Porto, no Olival.

A entrada em jogo foi irrepreensível, com o golo inaugural de Miguel, através de um pontapé de meia-distância, logo aos dois segundos. Foi com sucesso que a equipa travou algumas das oportunidades criadas pelo adversário, sendo de salientar a bela exibição de Paulinho entre os postes, demonstrando toda a calma do mundo nos momentos em que era chamado a intervir.

Sem dúvida que o golo nos minutos iniciais da partida fez aumentar a confiança dos jovens da Dragon Force e foi com esse espírito, e sem nunca perder a identidade, que rapidamente se chegou ao 3-0 no marcador. A meio do primeiro tempo, o FC Porto conseguiu reduzir de grande penalidade, mas a resposta da Dragon Force não se fez esperar e o 5-1 passou a estar bem visível no placar.


O duelo baixou de ritmo no segundo tempo, quando se verificou um jogo mais afunilado a meio-campo, mas nem por isso as aptidões goleadoras dos visitantes se deixaram de notar e a equipa facturou mais três vezes, até aos esclarecedores 8-1, ainda com um penálti falhado pelo meio.

Marcadores: Miguel (2), Caseira (2), Edu (2), Rodrigo (1) e Luís (1).

A reacção de Pedro Silva: “Embora estejamos ainda muito longe daquilo que pretendemos ser capazes de efectuar com regularidade ao longo de um jogo, nomeadamente no momento ofensivo, conseguimos, ao nível da nossa organização defensiva, pelo posicionamento e agressividade revelados, colocar muitos problemas à construção do nosso adversário, tendo depois aproveitado bem os momentos de fragilidade e os desequilíbrios do oponente para dilatar a vantagem. Apesar do resultado, não devemos entrar em euforias, mas antes celebrar esta vitória com mais trabalho e determinação, para que possamos, semanalmente, numa série bastante difícil, superiorizar-nos aos nossos rivais.”

link do postPor dragonforce, às 11:05 

 
subscrever feeds
blogs SAPO